Concreto com gelo: quando utilizar?


A principal finalidade da utilização de gelo em concreto é o resfriamento.

A reação de hidratação do cimento com a água é exotérmica, ou seja, libera calor. Essa variação de temperatura das peças de concreto pode acarretar problemas de fissuração, principalmente em estruturas onde haverá alta concentração do volume de concreto como em barragens, grandes blocos de fundação, pavimento de concreto e também em concreto cuja receita demanda grande quantidade de material cimentício.

 

A adição de gelo impede que a temperatura da massa se eleve muito, controlando assim as tensões de origem térmica causadas pela expansão e retração do concreto.

O tipo de gelo ideal a ser utilizado é em escamas, pois sua dissolução no concreto é mais rápida. Em cubos, o efeito de resfriamento ocorrerá mais lentamente.

O resfriamento ocorre porque o material é adicionado diretamente no balão do caminhão betoneira na usina e/ou na obra e, obviamente, sua quantidade é levada em consideração juntamente ao consumo de água do traço, já que o uso incontrolado de gelo afetará diretamente as características do concreto.

A decisão sobre a utilização ou não desta técnica de resfriamento, é tomada através do cálculo da intensidade das tensões de origem térmica da peça e deve ser avaliada criteriosamente já que o custo é mais elevado, portanto, é uma especificação de projeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *