MOLDAGEM DE CORPOS DE PROVA


A execução do processo de moldagem dos corpos de prova é de extrema importância, visto que comprova a conformidade e uniformidade do concreto entregue. Tal controle de qualidade é fundamental para garantir a vida-útil da estrutura, bem como a segurança dos funcionários da obra e de todas as outras pessoas que irão usufruir do empreendimento no futuro.

Na TOPMIX os funcionários passam por treinamentos semestrais de capacitação para a execução do procedimento com a melhor qualidade. O processo realizado de forma incorreta pode acarretar em diferenças significativas nas resistências dos corpos de prova. Os principais fatores que influenciam nas resistências dos CP’s são: execução de adensamento e de acabamento superficial pelo moldador, transporte, acondicionamento e procedimento de cura incoerentes com a norma.

O procedimento se caracteriza pela sucessão de etapas conforme descritas abaixo:

A NBR7212 estabelece moldagens obrigatórias a cada 50m³ produzidos. Na Topmix, adota-se uma política de moldagem bem mais rígida, moldando em um intervalo bem menor, tendo assim uma maior quantidade de resultados de rompimento a fim de assegurar a qualidade do produto entregue ao cliente. Com a amostragem maior de resultados, temos diversos benefícios, tais como:

  • Equipe técnica especializada a fim de analisar e assegurar a qualidade do concreto.

 

  • Emissão de laudos de resultados de rompimento mensais para os clientes, bem como, laudos de resistências iniciais.

 

  • Emissão de laudos técnicos (tempo de obra, carta traço, resistência)

 

  • Certificação da qualidade dos treinamentos dos funcionários

 

  • Certificação da qualidade dos agregados, aditivos, cimento e adições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *